---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Realizado o 1º Mutirão de Castração Social de Animais Domésticos de Papanduva

Publicado em 25/04/2018 às 11:31 - Atualizado em 25/04/2018 às 11:34

Nos dias 21 e 22 de abril aconteceu nas dependências do Ginásio Municipal de Esportes, o 1º Mutirão de Castração Social de Animais Domésticos, organizado pela APPA (Associação Papanduvense de Proteção aos Animais) em parceria com o Governo do Município através da Secretaria de Agricultura.

De acordo com os organizadores, o mutirão teve um resultado positivo. Nos dois dias foram castrados 74 animais, sendo 22 gatos e 52 cães.

A técnica utilizada para a castração é a minimalista, ou seja é realizado um corte de apenas 1cm. A recuperação é muito mais rápida e a cirurgia menos invasiva. Os animais receberam pré-anestesia e depois na sala pré-operatória receberam outro anestésico. Cada cirurgia durou em média 5 minutos. Após, os animais ficaram em observação até retomarem os sentidos, sendo então entregues aos tutores que recebiam a medicação e o colar ou roupinha de proteção a ser usados pelo animal por 7 a 10 dias até a completa cicatrização.

Os animais de rua receberam um medicamento diferenciado com dose única para garantir a eficácia da cirurgia. Estes serão monitorados pelos membros da APPA que após o tempo de cicatrização irão remover os colares de proteção ou as roupinhas.

A equipe técnica que realizou o mutirão faz parte da CHUBACI clínica veterinária de Florianópolis, chefiada pela Dra Kátia Chubaci CRMV SC 3285, que teve Reconhecimento HSI - Humane Society International por campanhas de castração sociais de cães e gatos, educação humanitária e prevenção às zoonoses em Santa Catarina nos anos de 2014 e 2015.

Camila Ferens, presidente da APPA comenta que conseguiram capturar 11 cães de rua para serem castrados -"É um pouco difícil conseguir pegar esses animais, muitos são ariscos, mas para esse primeiro mutirão o número foi expressivo" - comemora.

 O Prefeito Luiz Henrique Saliba que esteve presente no mutirão elogiou a parte técnica: -" Fiquei surpreso com a organização, limpeza e higiene nas cirurgias, tudo realizado com materiais devidamente esterilizados, uso de monitor cardíaco e oxigênio, propiciando um cuidado todo especial para com os animais de estimação" - relatou.

Já o Secretário de Agricultura Mário Célio Correia insistiu em afirmar a importância de eventos como esse: -" É essencial que o município participe de ações como essa em que ajudamos a população carente a castrar seus animais a preço social, bem como diminuir a reprodução desenfreada dos animais de rua evitando que diversas zoonoses se proliferem" afirmou o secretário.

Para a população que se beneficiou da castração social o evento foi extremamente importante:- "Fica aqui meus parabéns aos idealizadores desse mutirão, algo que Papanduva estava precisando há muito tempo, uma ótima oportunidade para castrar os animais a um preço que cabe no bolso, relatou Antônio Popadiuk, morador do Rodeiozinho que trouxe sua cachorrinha de 4 meses para a castração.

Já Bernade Borba da Silva, moradora da Estação 66, localidade do Palmito, trouxe 4 gatos para a castração: - Eu sempre dei vacina anticoncepcional para minhas gatinhas, mas a vacina pode causar câncer então a castração é muito mais segura" relatou.

Também estiveram presentes no Mutirão membros da OPAI (Organização protetora dos animais de Itaiópolis) que vieram para conhecer detalhes do mutirão que pretendem realizar também em sua cidade de origem.

Fonte: Jornal A Semana


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar